domingo, 19 de agosto de 2012

Vitória com sabor especial



Olá Santólatras, o Santos bateu o Corinthians na Vila Belmiro pela 18ª rodada. Com o tropeço a gambazada perde também a invencibilidade de 9 jogos, já o Glorioso chega a marca 4 jogos sem perder, alcançando a 12ª colocação com 23 pontos.

Naturalmente o peixe demonstrou ser mais agressivo desde o inicio, porém o time da casa errava muitos passes proporcionando a equipe do técnico Tite ótimos contra-ataques, e em uma saída rápida corintiana, Douglas cobrou falta na área e Danilo escorou de cabeça para inaugurar o placar da Vila Belmiro. O Santos continuava errando muito, porem, em uma bela jogada de Neymar, que fez fila pelo lado direito da intermediária deixando 3 adversários para traz, e deu uma bela assistência para André, o Santos conseguiu o empate. Mas o melhor estava por vir, e na segunda etapa o Santos voltou muito mais ligado, elétrico e veloz. Como nós adoramos. E com apenas 3 minutos André, em um lance de muito oportunismo escorou em posição irregular, para marcar seu segundo gol na partida, e cair de vez nos braços da torcida praiana. O Peixe ainda teve pelo menos duas ótimas chances de ampliar o placar, com Arouca e André, mas ambos desperdiçaram e o erro custou caro. Após alguns minutos de jogo morno, Martinez que havia entrado no lugar de Danilo, recebeu limpou o zagueiro e chutou firme no canto de Rafael, empatando a partida. Mas o dia era mesmo do Santos e Neymar sempre ele, cobrou escanteio, e para alegria geral de nossa nação gloriosa, Bruno Rodrigo cabeceou firme sem chances para o goleiro Cássio, dando números finais a partida.

O Santos saiu de campo com a vitória e tambem com o gotinho de vingança realizada, e que ainda pode render muito mais com esse novo “Quadrado Mágico” formado por Ganso, Patito, Neymar e André. Quero também fazer um elogio ao lateral direito Bruno Peres, que fez um primeiro tempo até discreto, mas foi ótimo na etapa final.

E você concorda comigo, deixe sua opinião.

domingo, 12 de agosto de 2012

Reação liderada pelos hermanos




Com um primeiro tempo desastroso o Alvinegro sofreu com o Atlético-GO para empatar no Pacaembu pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Santos permanece na 14ª colocação, com 17 pontos. Já o Atlético-GO cai uma posição e agora é o lanterna da competição, com 11. 

O Santos entrou totalmente desligado na partida e logo aos 4 minutos com ótima assistência de Marino, Patric só teve o trabalho de tocar rasteiro no canto direito para abrir o placar e colocar o dragão na frente. O Peixe buscava a reação, mas esbarrava em erros no seu setor de criação e errava muitos passes no meio de campo. Aos 37, Diogo Campos puxou a saída rápida do Atlético-GO e rolou para Wesley. O jogador dominou e ampliou o placar.

Na segunda etapa, Muricy Ramalho alterou a equipe e promoveu a estreia de Patito, após longa novela pela sua liberação, no lugar de Leandrinho. Segundo o treinador, os pratas da casa sentiram o segundo gol do Dragão e, por esse motivo, optou por tirar o camisa 7 - que havia até então criado as duas melhores chances do Peixe no primeiro tempo.
E não precisou muito tempo para o estreante mostrar que era pé quente. Aos 10 minutos, Felipe Anderson arriscou o chute, o goleiro Márcio deu o rebote e o oportunista Patito Rodríguez diminuiu para o Santos.
Oito minutos depois, Patito ainda quase marcou o segundo dele: o argentino se esticou todo para alcançar a bola, após escanteio cobrado por Felipe Anderson, e mandou a bola no canto direito de Márcio.
No fim da partida, Miralles foi abraçado e caiu dentro da área e o árbitro Pericles Bassols Pegado Cortez marcou pênalti. Na cobrança, o próprio argentino converteu e deu números finais ao jogo.


É claro que foi um péssimo resultado se tratando de um empate em casa com um dos piores times da competição, mas vale enfatizar o poder de reação da equipe santista no segundo tempo, e a boa estréia do argentino Patrício Rodriguez o “Patito”, que deu muito mais volume de jogo ao Santos. Acredito que se não fosse a boa atuação do goleiro Marcio, o Santos poderia ter saído vitorioso da partida, mesmo com um primeiro tempo desastroso.

E você, qual a sua opinião sobre esse empate?

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

André de volta a vila e bastidores da vitória sobre a raposa


É amigos santólatras (maníacos compulsivos pelo Santos) André esta de volta ao peixe, e com ele as esperanças de toda torcida santista são renovadas, pois ao lado de Neymar o camisa 9 André fez 54 jogos pelo Santos e 28 gols... Que volte a ousadia, que volte alegria, que volte as dancinhas e que o Santos volte a ser o Santástico de sempre.



Segue abaixo o vídeo com os bastidores da bela vitória por 4x2 pra cima do Cruzeiro...


                                     



E você torcedor santista, o que acha da volta do André ao ataque santista? Comente.



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Pra espantar a zica.



Galera Santástica to de volta, voltei a escrever e o Santos voltou a ser Santos. Isso mesmo, em uma partida com muita garra, luta e determinação o Santos despachou o Cruzeiro na Vila Belmiro pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, com o placar de 4x2 para o Peixe, Com a vitória, o Santos chega aos 16 pontos, ao passo que a Raposa permanece com os seus 23 pontos já conquistados.

Foi um belo jogo muito disputado, o Santos saiu pro jogo desde o início, deixando para os adversários mineiros ótimas chances nos contra ataques. Apesar de errar muitos passes na intermediária e ter dificuldades para infiltrar a não ser em jogadas individuais. O Santos voltou a jogar bem quando se dispôs a se soltar ao ataque com as rápidas saídas de Arouca, e aos 21 minutos o meia Felipe Anderson abriu o placar com um canhão, o goleiro Fabio chegou a tocar na bola, mas ela acabou entrando no ângulo. Mas apenas 7 minutos depois com um cochilo da zaga santista o time visitante chega ao empate com gol de Borges. Mas o Santos estava bem na partida, e com apenas 2 minutos voltou a estar na frente, em uma bela e veloz jogada pelo lado esquerdo Leandrinho achou Victor Andrade no miolo da área para empurrar pro gol e marcar seu primeiro gol como jogador profissional do Santos. O Santos manteve o nível de jogo e assim terminou a primeira etapa. Já na etapa final os mineiros conseguiram o empate com apenas 5 minutos, Ceara cobrou a falta pelo lado esquerdo Aranha saiu mal do gol e acabou encoberto, o Santos não se abalou e em uma falta cobrada por Felipe Anderson a bola sobrou para Bruno Rodrigo, que espanou para o meio da área. Victor Andrade, bem posicionado, chutou rasteiro na diagonal e a bola encontrou Durval que, mesmo sentado, conseguiu dar um toque para colocar o Peixe em vantagem pela terceira vez no jogo. O jogo ficou morno até que aos 34 minutos através de uma rápida saída, Bruno Peres fez boa jogada pela direita e encontro Bill livre dentro da área para marcar e sacramentar a vitória do Peixe.


Mais do que uma boa vitória, o que me impressionou foi um futebol rápido e ofensivo, como o torcedor santista gosta. Não foi uma partida perfeita, temos muito o que melhorar, mas a vitória serviu para dar confiança para a garotada, que vinha entrando na fogueira. E mostrar para o técnico Muricy Ramalho que este é o caminho, que o time precisa jogar mais leve, mais solto, mais ofensivo... Quero destacar a atuação do garoto Victor Andrade, que com apenas 16 anos fez o seu primeiro gol como profissional, teve uma ótima partida e vem se soltando a cada jogo e mostrando suas características.

E você torcedor do peixe, concorda comigo? Acredita que este é o caminho para o Santos reencontrar as vitórias? Comente.

domingo, 20 de março de 2011

Estado de alerta


O Santos vem fazendo péssimas atuações, o time segue sem um treinador efetivo, com muitos desfalques, e o principal, vem demonstrando um futebol apático e totalmente sem vontade.

Após os últimos jogos é nítido que alguns jogadores do elenco Santista, estão totalmente fora de sintonia, um elenco recheado de jogadores badalados como Elano, Neymar e Ganso, não pode continuar errando passes simples, o time todo esta desentrosado, parece que não treinam juntos.

Ganso precisa de mais tempo pra pegar ritmo, tempo esse que o Santos não tem, com apenas 2 dos 9 pontos disputados na Libertadores o Peixe precisa vencer todos os jogos para se classificar para a próxima fase.

Elano, apesar dos gols vem deixando a desejar, esta apoiando mal, muito sonolento em campo erra muitos passes, finaliza quando deveria tocar e toca quando deveria finalizar, na marcação é um fiasco, está sobrecarregando o regular Adriano, que por sinal é o único que nos últimos 2 jogos jogou com raça e vontade de vencer.

Neymar segue com uma certa instabilidade durante as partidas, parte pra cima, tem intenções ofensivas mas vem errando lances que normalmente ele acertava em outras oportunidades, sem contar que esta praticamente isolado no ataque, Zé Love segue invisível nas partidas, não consegue fugir da marcação, e esta cada vez mais escondido entre os zagueiros, parece que não quer jogar. Maikon Leite corre feito um doido sem direção, tanto pela direita ou pela esquerda não contribui em nada, vai de encontro aos zagueiros e prefere perder a bola do que fazer um passe. Diogo e Keirrison seguem abaixo do que já foram, K9 me parece perturbado em campo a cobrança e as poucas oportunidades de mostrar serviço estão mechendo com a cabeça do garoto, e Diogo é o pior de todos, parace estar fora de posição, erra muitos passes, finaliza mal, sua precensa em campo é muito visível, poi, quando pega na bola acaba cedendo o contra-ataque aos adversários.

O sistema defensivo não ganha um bola pelo alto, Edu Dracena prefere entregar de bandeja do que dar um chutão, Durval parece perdido e assim acaba sempre deixando alguém sem marcação, Possebom se mostrou um volante sem qualidade alguma, e a volta de Arouca é necessária para que as coisas mudem por ali, pelas laterais as contusões vem sendo o maior vilão contra os jogadores, Leo vinha fazendo boas atuações e além da torção no tornozelo ele segue fora por uma sinusite, e Jonathan não teve uma sequencia de jogos acredito que ele pode resolver o setor direito.

o Santos hoje precisa mais do que nunca de um treinador, mais que isso, o Santos precisa de alguém que de um choque nos jogadores que seguem sonolentos. A chegada de Muricy Ramalho pode ser muito benéfica nesses sentidos, pois, pode acertar todo setor defensivo e dar o chacoalho necessário para acordar os jogadores.

E você o que acha sobre as péssimas atuações do Santos? Deixe sua opinião.

sábado, 12 de março de 2011

O Maestro da Vila


É Santólatras, Ganso voltou e com ele a ofensividade Santista, uma linda assistência, um gol digno de craque e lances de um verdadeiro camisa 10 santista.

Ele entrou no intervalo de um jogo duro para o Peixe. Em dois lances, resolveu. Primeiro num lindo lançamento para Zé Eduardo, que recebeu e cruzou para Elano marcar. Depois, ao marcar o seu, completando cruzamento de Pará e fazendo um "G" na comemoração, para homenagear a namorada Giovana.

Ganso é diferenciado, sabe fazer um jogo difícil, truncado se tornar um jogo fácil, Sabe reger uma equipe que tem Léo voando baixo pela esquerda, Elano mesmo apagado chegando e apoiando bem, e Neymar aprontando pra cima dos zagueiros... Ganso é quem sabe cadenciar e acelerar o ritmo da equipe, com ele o Santos ganha mais do que um camisa 10, o Santos ganha um Maestro.

No restante da equipe, podemos ver um grande crescimento do Danilo, contestado por boa parte da torcida, o lateral e meia vem se mostrando muito aguerrido, roubando bolas e colocando bons passes. Uma grande perca a nova lesão de Jonathan, pois, ele vinha sendo um grande ladrão de bolas pelo setor direito do campo, no mano-a-mano estava ganhando todas. Adriano vive altos e baixos em uma só partida, tem boas roubadas gerando ótimos contra-ataques, mas comete faltas imbecis levando pergigo ao Rafael. Zé Love muito querido pela torcida, na minha opinião vem sendo lento e sem animo...

Num contexto geral o Santos vem sendo o mesmo, muito frágil defensivamente e pouco objetivo no ataque, mas com a volta de Ganso tudo indica que isso ira mudar.

quinta-feira, 10 de março de 2011

O Santos voltou a ser o SANTOS


É isso mesmo Santólatras, nesta noite de quarta-feira de cinzas, não foi apenas o belo futebol apresentado por Neymar, mas a forma em que o grupo todo jogou, demonstrou que o Santos volta a ter alegria em campo, volta a ser ofensivo, volta a ser o SANTOS.
Neymar, este foi o nome do jogo, ditou o ritmo da equipe, fez o que quis, foi até o capitão do time na saída de Edu Dracena na etapa final, com 2 belíssimos gols e uma linda assistência  a nossa “Jóia” calou a boca, de quem tanto criticou a sua folga pra curtir o carnaval em Salvador.

Mas Neymar
 teve um treinador que lhe deu liberdade, e uma equipe alegre ao seu lado que jogou pra frente, Léo fez uma de suas melhores atuações, Jonathan sem duvida foi brilhante nas roubadas de bola, não faltou esforços do nosso lateral direito que ainda pode render mais em relação ao apoio ao ataque, e Maikon Leite entrou muito bem no lugar de Zé Love que estava aparentemente cansado com o ritmo mais veloz do Santos em relação as ultimas partidas, que davam sono.

O Santos mostrou-se aguerrido do inicio ao fim, somos sinceros e sabemos que a zaga errou muito e apesar de ter ficado muito exposta, isso é lamentável, Rafael foi muito exigido, mas mostrou o porque de ser o camisa 1 do Peixe. Até o tão contestado, Danilo fez uma boa partida, Já Diogo teve bons lampejos durante a partida, mas acalmem-se torcedores, pois, a camisa 10 esta voltando pra alguém que merece usá-la.


Tem Twitter???  Então me segue...
@GutoMarttins